Notícias

Frutados, gulosos, encorpados? Saiba tudo sobre os vinhos.

22-11-2016

“Há um novo livro que promete esclarecer todas as suas dúvidas sobre como escolher, comprar e apreciar o vinho: ‘Branco ou Tinto?’ (Manuscrito Editora), da autoria da jovem enóloga e produtora de vinhos Joana Maçanita.

Conheça aqui a gama completa de vinhos das Caves Primavera.

Artigo original do site “Notícias no Minuto”.

A aproveitar este lançamento e o Dia Europeu do Enoturismo, o Lifestyle ao Minuto falou com Joana Maçanita e revela-lhe alguns dos esclarecimentos dados neste livro a algumas das dúvidas mais comuns sobre o vinho.

O que devo analisar no contrarrótulo do vinho?

Quando vai comprar ou escolher um vinho deve analisar o contrarrótulo da garrafa e aqui deve estar atento a três coisas: ‘Produzido e engarrafado por’, ao ano do vinho e à casta do vinho.

A primeira indicação garante que o vinho é feito pelo produtor e não comprado a granel – neste caso o contrarrótulo indicará apenas ‘engarrafado por’ e indica que o vinho não é de tão boa qualidade, sugere Joana Maçanita.

O ano é importante pois não deve escolher brancos frescos com mais de dois anos, nem um tinto jovem com mais de cinco anos. Mas, claro, nos vinhos ‘reservas’, tintos ou brancos, isto não se aplica. Já a casta é também importante para saber as características do vinho em termos de sabor e aroma.

Vinho Tinto

E o que são vinhos encorpados?

Joana Maçanita explica que para saber o que é um vinho encorpado basta pensar no exemplo da diferença entre uma gelatina e uma mousse. Enquanto a gelatina é doce mas é magra, a mousse enche-nos a boca, tem textura, tem volume e densidade – tal como os vinhos encorpados.

Loja online Caves Primavera, compre online e saboreie em casa!

E o que são vinhos gulosos e redondos de boca?

“Tem muito a ver com o açúcar e o álcool. Essa sensação de ser guloso ou redondo só se encontra em dois tipos de vinhos: em vinhos tintos maduros com um nível alcoólico maior, ou então nos vinhos chamados licorosos, que são doces e alcoólicos.

Geralmente estes vinhos são de zonas mais quentes, porque aqui as uvas apanharam mais sol e amadureceram melhor, fazendo com que o vinho seja mais doce e tenha mais álcool. Portanto, um vinho mais bem montado, redondo de boca e guloso.”

E como têm os vinhos aromas a morangos e maracujá, se são feitos só com uvas?

Ao contrário do que muitos possam pensar, os aromas as frutas não vêm da adição de frutas ao vinho, mas sim do método de fazer o vinho e de compostos químicos provenientes das uvas que se produzem no líquido e que dão o aroma a frutas como o morango, o maracujá e o figo seco.

O que são os taninos do vinho?

Os taninos são compostos que existem nas uvas e na madeira utilizada para guardar o vinho. Conferem-lhe a sensação de textura na boca e adstringência, muito semelhante à do café e da amêndoa.

Por que custam alguns vinhos cinco euros e outros 30 euros?

 Os custos base de produção são semelhantes. Existem, contudo, alguns extras que aumentam o custo final do vinho de gama alta. Por exemplo: as uvas de gama alta são dispostas numa mesa e selecionadas manualmente, obrigando a mais horas de trabalho. O processo de fermentação também é mais demorado, ocupando a adega por maiores períodos e por conseguinte exigindo mais mão de obra. Depois o vinho vai para barricas novas de madeira, geralmente 225l, que têm um custo elevado de aquisição e um custo de manutenção muito alto. Para além disso, um vinho de gama alta só é colocado no mercado alguns anos depois de produzido, aumentando o custo de armazenagem e conservação, pois muitas vezes o vinho de gama alta ainda estagia em garrafa por algum tempo.”

Vinho Caves Primavera

Conheça aqui a gama completa de vinhos das Caves Primavera.
notícias
em
destaque

Caves Primavera – Turismo Águeda

10-07-2018

Roteiro Caves Primavera – Turismo Águeda  A região de Águeda tem...

Ler mais

Os Espumantes das Caves Primavera

08-05-2018

Os Espumantes das Caves Primavera A história dos espumantes na...

Ler mais